sábado, 26 de fevereiro de 2011

Todas as vezes que me sinto mal ou que algo não sai como eu queira, procuro encontrar nas palavras algo que cure isso mas hoje eu não estou conseguindo.
Eu não estou no clima, eu não estou com paciência.
Acho que gostaria de dividir com as pessoas como me sinto em relação a certos assuntos, gostaria que as pessoas entendessem o que existe por trás desse sorriso. Ninguém vai entender!
Carrego uma coisa que prefiro chamar de 'maior dor do mundo' No começo era amor, hoje é dor. Nunca pensei que descobriria a definição de amor tão rápido assim mas aprendi que quando se ama não importam todos aqueles 99 motivos pra te fazer desistir, porque aquele 1 motivo é maior que todos eles.
Seu sorriso é como se fosse a luz do sol numa manhã, seus olhos me mostram o caminho que quero seguir ... eu não digo isso pra ninguém mas os ultimos momentos com você eu segurava minha respiração só pra não sentir o doce de seu perfume.
Há tantas, tantas outras coisas que gostaria de dizer mas eu não quero. Não vale a pena dizer tudo que se passa pra uma pessoa que hoje só te vê como amiga.
Carrego você comigo, em todos meus dias, em todos momentos, em todos os meses que completaríamos aniversário, carrego comigo uma dor imensa que me mostra o quanto foi em vão lutar. Não teremos nossa casinha simples e pequena, não teremos nossos filhos brincando no quintal e eu gostaria que você ao menos entendesse.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

As vezes eu sinto como se algo dentro de mim quisesse sair.
Escuto opiniões, conselhos e é como se eu estivesse realmente fazendo tudo errado. Talvez ser observada por uma pessoa tenha dois lados, o ruim de ter sempre que melhorar e o bom de ser sempre alertada antes de seguir para o lado oposto.
Acho que as pessoas deveriam ser como robôs, quando uma peça não está se encaixando, é só pegar a ferramenta e trocar de lugar. Ótimo, não somos assim e o que eu faço com essa minha mania de ser mais coração do que eu mesma? O que eu faço quando sou magoada por alguém querido?
Tudo bem, falar em controle emocional não parece tão difícil assim mas e a prática?
Demorei tanto pra traçar um objetivo e de repente descubro que talvez por um deslize eu perca toda credibilidade, toda confiança, tudo que eu preciso pra atingi-lo.
Ser expansiva demais, esse é meu problema.
Sou sorridente demais, falante demais, feliz ou triste demais. Não tenho a dosagem certa e pessoas assim sofrem, são mais amigos pra cuidar, mais ciúmes pra derrotar.
Parece que quanto mais eu cresço mais difíceis se tornam as decisões e eu vejo que quando acho que sei tudo, aparecem coisas que me mostram que eu não sei nada.
A vida é um eterno aprendizado, cheio de apostas ... As vezes apostamos certo, as vezes errado. O importante é apostar e sempre manter o equilíbrio de tudo.