terça-feira, 8 de março de 2011

Seja Transparente!

Sem mais, nem menos eu gostaria de dizer exatamente o quanto doeu saber que sou mais uma ex que se transformou em amiga, o quanto dói fingir que está tudo bem. Deitar na cama e sentir falta daqueles dias, do começo, da sensação e olhar pro lado e não ter isso. Pior, os poucos minutos que restam pra vocês, você ouve que é vista apenas como amiga. Ok, e o que você faz com todas aquelas juras? Com todos sonhos? Com tantas lutas? O que? Você não faz nada, você esquece e aprende a aceitar as coisas exatamente como são.
Engraçado, tudo de mais importante que aconteceu na minha vida foi sem nenhum planejamento. Descobri os melhores amigos, meus dias mais felizes foram aqueles que antes eu não criei expectativa nenhuma e acho que assim é que deve ser.
Tenho um 'amor virtual' mal resolvido a 5 anos, tenho uma pessoa que me ama como nunca alguém me amou e eu não me entrego a isso (por mais que eu tente), tenho uma pessoa que se afastou por eu falar sempre do meu relacionamento anterior e tenho um 'primeiro amor' que hoje nem reconheço mais.
Tudo isso me marca de tal forma que não explicar, minha cabeça fica a mil as vezes e tudo que eu gostaria era fechar os olhos e ver que tudo isso está resolvido.
É estranho como tudo acabou dando certo a partir do momento que comecei a ignorar, fingir não me importar, a partir do momento que eu passei a substituir as coisas, as pessoas.
Pessoas não são substituíveis, eu sei mas as vezes é preciso fingir que é.
Sabe onde a gente erra? Quando a gente começa uma coisa achando que vai dar certo... se não der, a decepção é duas vezes maior.
Sinto falta de trilhões de coisas e não adianta tentar voltar, nada será como antes.
Sinto falta do cheiro de narguille, de gato, dos latidos, do seu cobertor e de como sua cama era quentinha, sinto falta de todos os momentos felizes que passei com uma ou várias pessoas.
Eu sempre disse que preferia a felicidade do outro, mesmo que por dentro eu esteja chorando. Mas que bobagem é essa? Você tem que ver a SUA felicidade, você tem que se amar, você tem que estar por cima, você tem que depender de você, só de você.
Como eu disse, não estou conseguindo me expressar como antes, parece que estou 'mudando' digamos assim e eu estou muito afim de colocar tudo isso em prática. Então, chega de meias palavras, chega de se esconder, de falar coisas que você não quer.
me disseram: Ah, então você não vai mais se importar com nada?
Claro que vou, vou me importar comigo e com quem for sincero aos meus sentimentos.
Adianta correr atrás de alguém que está procurando aliança pra dar pra outra? Adianta correr atrás de um cara 7 anos mais velho que você e quer outras coisas? Mas, adianta SIM ir atrás de quem te perdoou por falar do seu ex, adianta ir atrás de quem a anos te dá o amor mais sincero que você já viu.
Enfim... eu não estou afim de dar nomes aos relacionamentos, aos sentimentos, eu não estou afim de ficar com ninguém e muito menos de estar sozinha. Eu estou afim de viver todos os meus dias felizes, com a certeza de que não deixei nada pra trás ou pra amanhã.

-quero pessoas que somem meus sorrisos, não que me encham de dúvidas ou suspeitações, quero pessoas simples, por favor?

terça-feira, 1 de março de 2011

Qual o lado bom de estar sempre em evidência? Vivo me questionando isso e realmente não existe nenhum lado bom. Há mais invejas, há mais decepções, só que ao mesmo tempo é incrível o que se sente quando passa por tudo isso e alcança algum desejo.
... Ontem eu ouvi e vi coisas que não queria mas e ai? A vida não vai parar por isso, não importe o quanto doa. E sim, dar 100% de você não é o bastante, as pessoas sempre vão exigir mais.
Entre todas as coisas que vem acontecendo eu me mantenho forte fingindo que nada acontece, mas quando me vi embaixo daquele chuveiro não pude me controlar. E ao deitar naquela cama, eu sentia o vento que batia na minha janela, aquele frio era o mesmo que eu sentia quando não tinha seu abraço comigo. Percebi então, que agora as coisas mudaram mais ainda porque poderia acontecer o que fosse mas em um determinado momento do dia, eu tinha o seu abraço pra me confortar.
Ótimo, eu não tenho mais! Tanto tempo vivendo sem isso e só agora sentir essa falta absurda, como pode? Sinceramente, não sei.
Aquela noite me lembrou exatamente a noite em que te perdi, em que fiquei sem rumo, acho que dessa vez foi pior eu tive a CERTEZA que você está feliz com outra pessoa. Ninguém sabe o quanto dói, ninguém sabe como me senti. Me cobria e ao mesmo tempo parecia que estava em um lugar sob o vento e as lágrimas caindo, entre soluços e caindo cada vez mais.
Julgo essa noite ter sido a mais inesquecível de todas, acordei com pensamentos completamente diferentes e acho incrível quando as pessoas dizem como mudei. Me diz, em meio a tudo isso como alguém poderia não mudar?

"... A vida trás algumas coisas que acabam se transformando em como se fossem cicatrizes, cicatriz pra quem não sabe, não sai e é assim que eu me sinto quando penso em você"