quinta-feira, 2 de junho de 2011

Ela volta, você guarda sua dor no bolso e ajuda a curar a dela. Você sabe exatamente onde está errando, mas não consegue se controlar totalmente, ela entra em contradição, você não acredita puramente, mas quer acreditar. Depois a vida te esfrega na cara as verdades que você fingia não ver, as mentiras que você queria acreditar. Mas o problema não é esse, talvez o problema seja a ingratidão, seja a pessoa esquecer que no fundo você também tinha uma dor. Então porque procurar a cura nos braços de quem não se ama? As pessoas são tão confusas, que tentando curar uma dor, vão se envolvendo com outras pessoas, ficando cada vez piores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário